Dicas da Jocar

A importância do cinto de segurança

Cinto de segurança (Pexels)

Apesar de ser muitas vezes ignorado em deslocamentos de curta e média distância o cinto de segurança é um dos principais aliados de motoristas e passageiros na prevenção de acidentes graves no trânsito.

Localizado no vão dos bancos traseiros e dianteiros, o cinto de segurança automotivo hoje é fabricado com materiais resistentes que proporcionam um envolvimento completo do corpo, como é o caso do modelo de três pontos, que cruzam o peito e mantêm o corpo mais seguro no caso de uma frenagem brusca ou colisão.

O uso do cinto vai além da questão da segurança, pois pode impactar também o bolso do motorista. Isso porque, segundo o Código de Trânsito Brasileiro, a não utilização deste item é considerada infração grave e acarreta pontos na carteira de habilitação, além de pagamento de multa.

Dentre os principais sinais que indicam a imediata troca do cinto de segurança retrátil estão: falhas no fecho, desfilamento e travamento da máquina que prende o acessório. Se você perceber essas alterações, procure por uma concessionária ou oficina mecânica da sua confiança.

Após uma colisão ou acidente, mesmo que não haja danos aparentes no acessório, é importante providenciar a troca, pois estima-se que o item perca até 40% da sua capacidade de retração e proteção nestas situações.

Cientes da importância do cinto de segurança para carros, algumas montadoras investem em mecanismos para estimular o seu uso. É o caso de alguns modelos de veículos nos quais há um alarme que dispara se o motorista ou passageiro esquecer de colocá-lo.

Em relação à limpeza do cinto de segurança, a dica é sempre apostar na mistura de detergente neutro e água para ajudar a remover desde as sujeiras mais leves até as mais pesadas, mantendo esse componente conservado e limpo por mais tempo.

Siga a Jocar

Acompanhe nossas redes sociais!

Video

Fusíveis automotivos - para que servem e como trocar