Dicas da Jocar

Veja como uma lâmpada de LED ruim pode tornar seu carro inseguro

A diferença entre os LEDs é gritante (Philips)

Não é de hoje que devemos prestar atenção em que produto compramos mesmo que ele seja de uma tecnologia avançada. É o caso das lâmpadas de LED, hoje populares entre os consumidores. É possível trocar as lâmpadas halógenas de seu carro por LED desde que observadas algumas regras. Mas às vezes isso pode virar um dor de cabeça.

Lâmpadas de baixa qualidade podem não iluminar de acordo com o necessário e até ofuscar a visão de motoristas no sentido contrário tornando sua direção insegura. É o que mostra um teste realizado pela Philips com três Nissan Versa equipados com lâmpadas halógenas de fábrica, lâmpadas de LED comuns e a segunda geração de LEDs da marca.

A imagem acima retrata bem essa situação. Enquanto as luzes de série e o LED da Philips iluminam corretamente respeitando a linha de corte (limite para cima que impede que ofusquem outros motoristas) o Versa com o LED genérico revela uma iluminação difusa e espalhada.

“Uma lâmpada em LED com valores acima de 3 mil lúmens dificilmente se enquadra nas normas. Acima deste valor, no processo de desenvolvimento do produto, é improvável a projeção correta da linha de corte”, alerta Juliana Gubel, gerente de Marketing da Lumileds Brasil.

Segundo a Philips, “ao contrário de outras tecnologias, como o xênon por exemplo, o LED está previsto na resolução do Contran e, por isso, é permitido em substituição às halógenas convencionais, bastando ao motorista fazer a adequação no documento do veículo”.

Na Jocar você encontra diversos produtos da Philips. Confira!

É importante respeitar a linha de corte para não ofuscar outros motoristas (Philips)

Siga a Jocar

Acompanhe nossas redes sociais!

Video

Fusíveis automotivos - para que servem e como trocar