Dicas da Jocar

Chave de seta, um componente feito para manter a segurança no trânsito

Chave de seta (Nissan)

Para se ter um bom convívio nas ruas é importante que todos respeitem as normas que regem o trânsito. Por estarem em uma posição privilegiada e menos vulnerável, os motoristas precisam ficar atentos a todo momento e fazer uso dos comandos do veículo para sinalizar suas ações e prevenir acidentes. Neste contexto, a chave de seta faz uma enorme diferença.

Presente nas lanternas traseiras e dianteiras, a seta permite que o condutor do automóvel possa sinalizar uma mudança de faixa ou uma conversão à esquerda ou direita, avisando, assim, outros motoristas e pedestres sobre o movimento que está prestes a fazer.

O funcionamento da chave de seta é importante não só para a segurança de todos que estão transitando por ruas, avenidas, rodovias e estradas, mas também para o bolso do motorista.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) é considerada infração grave não usar a seta do carro, rendendo 5 pontos na carteira de motorista e multa.

Se a seta estiver queimada, o valor sobe ainda mais, podendo influenciar na cassação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), se o condutor em questão já tiver pontos na carteira.

Para evitar que o pior aconteça, é importante que um profissional especializado faça uma inspeção geral no veículo a fim de identificar possíveis problemas com o comando de seta.

As falhas mais comuns são fusível queimado, relé da seta estragado ou lâmpada queimada. Em alguns casos, basta uma rápida checagem, ligando o veículo e acionando a seta, para descobrir o problema.

Tendo esses cuidados em mente, você contribui para que a convivência em meio ao trânsito seja cada vez mais pacífica e segura para todos, além de garantir mais tranquilidade nos seus deslocamentos diários.

Siga a Jocar

Acompanhe nossas redes sociais!

Video

Fusíveis automotivos - para que servem e como trocar