Curiosidades

Entenda como funciona o aluguel de carros

Aluguel de carros (divulgação)

Seja para aproveitar um feriado prolongado, fugir do rodízio de placas, ou até mesmo para testar um carro antes de comprá-lo, alugar um automóvel deixou de ser algo seletivo e restrito e passou a ser uma forma mais cômoda de ter um veículo à disposição por um determinado período de tempo.

Volkswagen Voyage (divulgação)

Hoje existem cerca de 11 mil locadoras espalhadas pelo país com uma frota de mais de 700 mil carros à disposição dos motoristas. Segundo a Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis – Abla – em 2018, o setor de locação de veículos arrecadou cerca de R$ 15,3 bilhões de reais, mostrando que esse segmento é um dos mais robustos no país.

Um dos nichos que mais alugam carros segundo a Abla, são os motoristas de aplicativos que preferem essa modalidade do que ter que arcar com os custos financeiros de compra do veículo. Mas mesmo com tudo isso, você sabe como se aluga um carro? O que está coberto? Quais modelos/categorias estão disponíveis? Bom, fique tranquilo que vamos tirar essas e outras dúvidas logo abaixo:

  • O que é necessário para se alugar um veículo?

No Brasil, a lei determina que o condutor já tenha completado 21 anos de idade, possuir a CNH – Carteira Nacional de Habilitação – expedida há pelo menos 2 anos, e que esteja dentro do prazo de validade – nem sequer são aceitas aquelas vencidas há menos de trinta dias. Além disso, é claro, não possuir restrições financeiras, pois para fazer a reserva, geralmente a locadora pede um cartão de crédito no nome do consumidor que faz o aluguel do veículo e com limite para cobrir a franquia do seguro, em caso de acidente.

Carteira Nacional de Habilitação (divulgação)

Também é necessário que o condutor apresente a CNH equivalente a categoria que ele deseja alugar. Outro detalhe é cadastrar todos os motoristas que conduzirão o veículo durante a jornada, pois caso algum condutor que não esteja no contrato de locação assuma o veículo, se houver um acidente, ou se for parado pela polícia, tanto ele quanto o condutor principal podem ser indiciados. E sob hipótese alguma, entregue as chaves do carro a uma pessoa sem CNH.

  • Como e por onde alugar um veículo?

Antigamente, o mais comum era se dirigir até uma unidade como a Localiza, Hertz ou Movida e verificar as opções e pegar o carro. Quem não tinha tempo hábil de fazer uma visita, fazia o contato por telefone. Hoje em dia, é possível até para alugar carro via WhatsApp. O motorista também pode escolher alugar o modelo via internet, por aplicativo ou telefone, por exemplo.

Aluguel de carros (divulgação)
  • Quais são as categorias de carro? E quais modelos estão disponíveis?

Cada locadora tem sua própria nomenclatura para categorias de veículos, mas geralmente os modelos disponíveis são os mesmos. Entre os modelos mais simples e com menos equipamentos, estão os os carros de entrada como Fiat Mobi e Renault Kwid, enquanto modelos intermediários geralmente são compactos como o Fiat Argo e o Chrevrolet Onix. Há, no entanto, opções bastante diferentes como picapes, utilitários e até carros de luxo como Mercedes e Audi.

Fiat Cronos (divulgação)
Fiat Cronos (divulgação)

Geralmente as locadoras categorizam seus modelos assim:

Econômicos/Básicos:

Geralmente carros de entrada com motor 1.0 e itens básicos de conforto. Itens como ar condicionado e direção hidráulica podem ser ofertados como opcionais de acordo com as regras da locadora.

Volkswagen UP! (divulgação)

Compactos:

Aqui entram modelos como Fiat Argo, Renault Sandero entre outros similares. Geralmente esses modelos são mais equipados que os econômicos/básicos e oferecem ofertas de motores que partem do 1.4 até o 1.6 – salvo algumas exceções como é o caso dos motores 1.2 dos Peugeot 208 e Citroën C3.

Peugeot 208 (divulgação)

Sedã compacto:

Nesta categoria, estão modelos como Nissan Versa, Renault Logan e Ford Ka sedã, por conta do seu tamanho e espaço no porta malas. Suas motorizações variam entre 1.4 e 1.8, dependendo do modelo e marca do veículo. Também são os modelos mais requisitados para viagens um curtas por conta do porta malas.

Ford Ka Sedan (divulgação)

Sedã intermediário:

Em várias locadoras, eles significam veículos como o Toyota Etios, Fiat Cronos, Chevrolet Cobalt e similares por conta da maior potência do motor e do maior espaço tanto para ocupantes, quanto para suas bagagens. Também costumam ter motorizações entre 1.4 e 1.8 e podem ter versões equipadas com câmbio automático – mas isso varia de locadora para locadora na hora de ofertar os modelos.

Chevrolet Cobalt (divulgação)

Sedã executivo:

São em sua maioria sedãs considerados médios, como o Toyota Corolla, Honda Civic e similares. Aqui a motorização geralmente parte de 1.8 litro – exceto para modelos como o Chevrolet Cruze que tem motor 1.4 turbo – e em sua grande maioria são predominantemente automáticos.

Toyota Corolla (divulgação)

Sedã Luxo:

Modelos como Ford Fusion e Honda Accord, entram nessa categoria que oferecem motores mais potentes, mais espaço interno e câmbio automático. São normalmente alugados para longas viagens, devido ao conforto e espaço que oferecem ao motorista e passageiros.

Ford Fusion (divulgação)

SUVs:

É uma categoria bastante variada que inclui veículos de vários portes como Jeep Renegade, Nissan Kicks, Ford EcoSport e similares. Como dito anteriormente, eles podem vir com câmbio automático ou manual, e tem motorizações que podem começar em 1.4 – no caso do Chevrolet Tracker Turbo.

Jeep Renegade (divulgação)

SUVs Luxo/Premium:

A categoria começa com utilitários como o Jeep Compass, que entregam mais potência e espaço interno. São sempre automáticos e oferecem um conforto que os SUVs de “entrada” não oferecem. No caso dos modelos “Premium”, os modelos podem ser o Audi Q3, ou similares.

Jeep Compass (divulgação)

Utilitários/Picapes:

Nesta categoria, as locadoras geralmente juntam modelos que vão desde a picape pequena Fiat Strada, até modelos como a Fiat Doblò – que também pode entrar na categoria de minivans – e picapes como a Renault Duster Oroch e Fiat Toro.

Fiat Toro (divulgação)

Minivans:

Este é um dos segmentos mais restritos, que geralmente contam com ou a Chevrolet Spin ou Fiat Doblò, como mencionado anteriormente. São modelos que oferecem até 7 lugares para os passageiros e espaço para bagagem.

Chevrolet Spin (divulgação)
Chevrolet Spin (divulgação)

Picapes:

São as picapes médias como Chevrolet S10, Volkswagen Amarok e Toyota Hilux estão entre as opções disponíveis.

Toyota Hilux (divulgação)

Adaptados/Especiais:

Poucas locadoras, como é o caso da Unidas, oferecem modelos adaptados para pessoas com deficiência. Geralmente esses modelos são em sua maioria sedãs médios como Renault Fluence e Toyota Corolla e tem adaptações.

Renault Fluence (divulgação)

Luxo/Blindados:

Existem também opções como modelos de luxo, como Jaguar XF-R ou similares, bem como raríssimas opções de sedãs blindados, como Mercedes-Benz Classe C ou E, sempre dependendo da disponibilidade da locadora.

Mercedes-Benz Classe C (divulgação)

Observação: Quando você aluga um determinado veículo numa categoria, isso não garante que você terá o modelo visto na hora. A locadora garante o padrão de conforto e os itens exigidos dentro daquela categoria mas não um modelo específico. Mas existem locadoras, onde você pode literalmente alugar o modelo desejado, que fica sempre sujeito a disponibilidade da loja e do período alugado.

  • Como é feita a cobrança e como funciona a questão de quilometragem?

Como dito anteriormente, cada categoria de veículo possui um valor cobrado pela locadora, e isso pode variar por inúmeros fatores. Alguns dos fatores que implicam na variação na cobrança fica por conta da localização da loja, a quilometragem contratada e o tempo que se vai locar. Algumas locadoras trabalham com quilometragens fechadas, ou seja, eles determinam uma certa distância e você paga por isso. Se você exceder, pagará a diferença na devolução do veículo. Você também pode escolher devolver o veículo em outro endereço, mas isso encarece o valor do aluguel.

Cartão de Crédito (divulgação)

Também existem locadoras que locam seus carros sem limite de quilometragem, onde o preço sai geralmente mais caro, mas o motorista não precisa se preocupar caso exceda a quilometragem original acordada com a locadora. Ainda podem existir promoções que garantem o uso por um determinado período de tempo por um valor específico, como em épocas de Carnaval ou Páscoa por exemplo, onde se fecha um pacote com ou sem limite de quilômetros.

Na hora da locação, a locadora utiliza o cartão de crédito do condutor principal para fazer um caução – para garantir a reserva e cobrir quais despesas adicionais. Portanto sempre fique atento ao assinar o contrato, e leia-o atentamente e questione todos os parágrafos.

  • E quanto ao combustível, seguro e devolução?

Os carros de locadora vêm com o tanque cheio e devem ser devolvidos da mesma maneira. Porém, existem locadoras que cobram taxas adicionais para que o motorista possa devolver o veículo com metade do tanque ou vazio – isso as vezes pode ser vantajoso, dependendo do trajeto percorrido e a distância. Quanto a questão do seguro, ele normalmente é adicionado na hora que se retira o veículo da loja. Isso quer dizer que os preços divulgados nos sites, lojas e aplicativos não estão acrescidos do valor do seguro.

Aluguel de carros (divulgação)

O recomendado é sempre levar uma apólice junto a locação do veículo para que não haja surpresas desagradáveis no decorrer do caminho. Os valores variam muito de categoria de veículo escolhido, período desejado e localização onde o mesmo vai passar. Existem também seguros que cobrem terceiros, que permite que outros motoristas cadastrados previamente, fiquem cobertos.

Já na questão de devolução, essa norma pode variar de locadora para locadora. Existem lojas que só permitem a devolução no mesmo local da retirada, mas também existem locadoras que tem locais específicos onde o motorista pode deixar o veículo com segurança.

Agora que você já sabe como funciona o sistema de locação de veículos, aproveite seu próximo final de semana ou feriado prolongado para pegar a estrada, seja ela com um compacto, ou aquele carro de luxo para desfrutar do melhor do mundo do automóvel.

Siga a Jocar

Acompanhe nossas redes sociais!

Video

Fusíveis automotivos - para que servem e como trocar