Novidades em carros

T-Cross: a Volkswagen entra na briga dos SUVs compactos

Volkswagen T-Cross (divulgação)

O primeiro SUV compacto da Volkswagen finalmente está entre nós. Depois de ser apresentado durante o Salão do Automóvel de São Paulo em novembro de 2018, a marca começa a pré-venda do seu SUV no mercado nacional. O T-Cross divide a mesma plataforma MQB que é usada na dupla Polo/Virtus, além de usar apenas motores turbinados em versões 1.0 e 1.4 – que vieram do Golf.

Volkswagen T-Cross (divulgação)

Em relação ao modelo global, principalmente o europeu, o T-Cross nacional é ligeiramente maior do que seu conterrâneo do Velho Continente, pois ele utiliza a mesma distância de entre eixos do Virtus que tem 2,65 ao invés de usar a do Polo que tem 2,56 metros. Mesmo com mais espaço para os ocupantes, o T-Cross ainda é ligeiramente menor que seus principais concorrentes, como o Hyundai Creta, Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks respectivamente.

Volkswagen T-Cross (divulgação)

Mas isso não quer dizer que o SUV seja menos confortável ou mais apertado, já que ele usa a plataforma modular MQB, que garante que cada centímetro seja aproveitado da melhor maneira possível. Vamos às medidas: 4,19 metros de comprimento, 1,56 m de altura (1,0 cm mais alto que o T-Cross europeu). Já o porta malas guarda uma peculiaridade, ele vem com capacidade variável entre 373 e 420 litros, e isso é devido ao sistema de bancos traseiros com regulagem do encosto, que pode ficar mais “deitado” ou praticamente na vertical.

Volkswagen T-Cross (divulgação)

No quesito motorização, o SUV vem com opções turbinadas como mencionado anteriormente. A versão 200 TSI utiliza o já conhecido 1.0 TSI de 128 cavalos e 20,4 kgfm de torque, enquanto que a versão 250 TSI, vem com o motor 1.4 TSI de 150 cavalos e 25,5 kgfm de torque. O SUV poderá vir equipado ainda com câmbio manual de 6 velocidades na versão de entrada – ou uma caixa automática de 6 velocidades nas demais versões.

Volkswagen T-Cross (divulgação)

Com peso de 1.292 kg, a versão Highline 250 TSI com motor 1.4 turboflex acelera de 0 a 100 km/h em 8,7 segundos e atinge a máxima de 198 km/h. O consumo, segundo a Volks, fica em 11 km/l na cidade e 13,2 km/l em rodovia, quando abastecido com gasolina. Com etanol esse número cai para 7,7 e 9,3 km/l, na cidade e estrada, respectivamente.

Volkswagen T-Cross (divulgação)

Já no conteúdo, o T-Cross promete ser um dos mais completos desde a versão de entrada e oferecendo itens exclusivos no segmento como o painel 100% digital que já equipa a dupla Polo e Virtus. Confira abaixo, os itens de série de cada versão e seus preços:

T-Cross 200 TSI (R$ 84.990): traz seis airbags, ar-condicionado, assistente de partida em rampa, banco do motorista com ajuste de altura, bancos de tecido, volante multifuncional com regulagem de altura e distância, direção elétrica, vidros elétricos, computador de bordo, controle de estabilidade e tração, bloqueio eletrônico do diferencial, retrovisores com ajuste elétrico e setas integradas, faróis de neblina com cornering light (acompanham curvas) e sistema ISOFIX. Tem ainda faróis com luzes diurnas em LED, lanternas em LED, rodas de liga leve de 16″ com pneus 205/60 de baixa resistência a rolagem, rack de teto, acendimento automático dos faróis, sensor de estacionamento, alarme antifurto com comando remoto, sistema de som Media Plus com conexão Bluetooth e entrada USB e suporte para smartphone com entrada USB.

T-Cross 200 TSI Automático (R$ 94.490): os mesmos da versão manual, adicionando a transmissão automática de 6 marchas, controlador de velocidade e central multimídia Composition Touch com tela de 6,5 polegadas.

T-Cross Comfortline 200 TSI Automático (R$ 99.990): soma ar-condicionado digital, banco do motorista com ajuste da lombar, câmera de ré, rodas de liga leve de 17″ e pneus 205/55, porta-malas com sistema de ajuste variável de espaço, sistema de frenagem automática pós-colisão, sensor de estacionamento traseiro e dianteiro e volante multifuncional revestido em couro com aletas para trocas de marcha.

T-Cross Highline 250 TSI Automático (R$ 109.990): inclui iluminação ambiente em LED, sistema start-stop, bancos revestidos em couro, chave presencial para acesso e partida e detector de fadiga do motorista.

Siga a Jocar

Acompanhe nossas redes sociais!

Video

Fusíveis automotivos - para que servem e como trocar