Carros inesquecíveis

Veraneio, a avó dos SUVs da Chevrolet

Chevrolet Veraneio 1964 (divulgação)

Muito antes de se quer existir a palavra SUV – Sport Utility Vehicle – ou modelos como o Captiva, Tracker ou Trailblazer, a Chevrolet trouxe ao país a Veraneio. Ela é considerada uma espécie de avó dos SUVs da marca norte-americana, e mesmo que tenha tido pouco tempo de vida, podemos dizer que graças a ela, o mercado é o que é atualmente.

Chevrolet Veraneio (divulgação)

C-1416

Antes da Veraneio ser lançada, sua antecessora, a Chevrolet Amazona, chegou em meados dos anos 1950. Já a Veraneio em si, apareceu por aqui em 1964, quando foi apresentada pela primeira vez no Salão do Automóvel de São Paulo, que inicialmente atendia pelo nome de C-1416.

Chevrolet Veraneio 1972 (divulgação)

Em relação à Chevrolet Amazona, a C-1416 vinha com carroceria com 4 portas – algo inédito nesse segmento – além de contar com suspensão dianteira independente e amplo espaço interno. Debaixo do capô, a novidade contava com o mesmo motor da antecessora, o 4.3 litros de 6 cilindros, que rendia 149 cv e 32,1 kgfm de torque.

Chevrolet Veraneio 1974 (divulgação)

Mesmo tendo quase 2 toneladas, a C-1416 conseguia fazer o 0 a 100 km/h em 21 segundos e atingia a velocidade máxima de 145 km/h. Isso porque o utilitário tinha 5,16 metros de comprimento, 1,97 de largura, 1,73 de altura, 2,92 de entre eixos e um porta malas de 1607 litros.

Veraneio

Já o nome de batismo que conhecemos foi dado a C-1416 em 1969, quando o utilitário ganhou também algumas novidades estéticas, como novo desenho da grade dianteira e dos faróis. Ao todo era possível levar até 9 passageiros, bem como sugeriam as propagandas da época.

Chevrolet Veraneio (divulgação)

Além disso, sua única rival era a Rural Willys, que podia levar até 7 pessoas. No mais, a Chevrolet Veraneio também era a queridinha dos hospitais, na versão ambulância e dos policiais, por conta do seu amplo espaço traseiro, e motor valente.

Chevrolet Veraneio Rota (divulgação)

A primeira geração ficou em linha até 1989, quando a Veraneio ganhou uma segunda geração. Agora o utilitário seria baseado na picape D-20, o que traria novidades tanto no aspecto visual, quanto na construção da carroceria.

1989

A segunda geração da Chevrolet Veraneio, agora era baseada na picape da linha D-20. Isso significava que agora o utilitário estava ligeiramente maior, e contava com desenho mais retilíneo. O visual agora seguia a mesma linguagem de estilo de outros modelos da linha 1989 da Chevrolet, como a Bonanza e a picape D-20.

Chevrolet Veraneio 1989 (divulgação)

Além disso, a Veraneio passava a ter como item de série ar-condicionado e direção assistida – itens que não eram muito comuns no seu lançamento em 1964. Mesmo ainda fazendo um enorme sucesso como carro de polícia, ou ajudando enfermos, como ambulância, a Veraneio de segunda geração ficou entre nós até 1994.

SUVs

Depois que foi substituída pela Grand Blazer – utilitário baseado na picape Silverado – a Chevrolet, não teve outro utilitário esportivo tão cativante quando a Veraneio. E ainda por cima com tanto espaço interno à disposição.

Chevrolet Trailblazer Premier (divulgação)

Atualmente, o único utilitário que chega mais perto da proposta da Veraneio é a Chevrolet Trailblazer, que pode levar até 7 pessoas e tem motor de até 277 cv na versão com motor 3.6 litros V6, que rende 35,7 kgfm de torque, e tem câmbio automático de 6 velocidades.

Chevrolet Trailblazer Premier (divulgação)

E em algumas regiões do país, a Trailblazer é utilizada como carro das forças armadas – polícia, bombeiros e afins – fazendo jus ao trabalho digno e honesto da amada e temida Chevrolet Veraneio.

Siga a Jocar

Acompanhe nossas redes sociais!

Video

Fusíveis automotivos - para que servem e como trocar